• Natália Vinhas

TRANSTORNO DEPRESSIVO E SUAS FORMAS DE MANIFESTAÇÃO


Quando falamos em Depressão imaginamos que a forma como a doença se manifesta é semelhante em toda a população, mas não é, lembra dos sintomas descritos no texto passado? Então, é variável de pessoa a pessoa. Um exemplo básico é que alguns perdem peso, enquanto outros podem ganhar, uns relatam excesso de sono outros já não conseguem dormir.

De acordo com o Manual Diagnóstico de Estatística, livro referência da psiquiatria existem tipos diferentes de Transtorno Depressivo e é sobre isso que falarei hoje.

Um dos tipos de Transtorno Depressivo é:

- Transtorno Disruptivo da Desregulação do Humor. Este é um transtorno que acomete mais crianças em torno dos 10 anos. A característica central é a irritabilidade crônica e grave. São explosões de raiva que tipicamente ocorrem em resposta à alguma frustração, podem ser verbais ou comportamentais. Outra manifestação de irritabilidade é um humor persistentemente irritável ou zangado na maior parte do dia, quase todos os dias e que está presente nessas explosões de raiva.

- Transtorno Depressivo Maior. É o transtorno mais clássico. Acomete mais as mulheres, seu início ocorre geralmente na adolescência, mas também atinge o sexo masculino e outras faixas etárias. Sua característica essencial é um período de pelo menos duas semanas com um humor depressivo, triste, desesperançado, desencorajado. A pessoa relata sentir-se “na fossa”, com perda de interesse ou prazer além outras alterações como mudança no apetite, do sono, diminuição de energia, sentimentos de desvalia ou culpa, dificuldade para pensar, concentrar, ou pensamentos recorrentes de morte ou ideação suicida.

Estes sintomas por trazerem um intenso sofrimento para as pessoas, acarretando em um prejuízo no ambiente social, profissional ou em outras áreas importantes da vida do indivíduo.

-Transtorno Depressivo Persistente (Distimia). Pode ter início já na infância, mas é a cronicidade que chama atenção. Este é um transtorno muito parecido com o anterior, mas a característica essencial deste transtorno é um humor depressivo que ocorre na maior parte do dia, na maioria dos dias, por pelo menos dois anos.

- Transtorno Disfórico Pré-menstrual. Sim, este é um Transtorno Depressivo e quantas mulheres passam por isso e nem sabem. Seu início pode ocorrer a qualquer momento após a menarca. O que chama a atenção neste caso é a instabilidade do humor, irritabilidade, e sintomas de ansiedade que ocorrem repetidamente durante a fase que antecede a menstruação ou após. Esses sintomas podem ser acompanhados também de sintomas comportamentais e físicos e estão presentes na maioria dos ciclos menstruais durante o um ano e ter consequências no trabalho ou no ambiente social.

Existem também outras classificações que podem ser causadas por uso de substâncias, medicamentos, devido a um problema médico entre outros.

Citei brevemente aqui alguns tipos do Transtorno Depressivo para que você possa ter uma ideia de como pode ser diferente em cada caso. Mas o que realmente importa é entender os conceitos relacionados aos transtornos depressivos, independente das denominações que são dadas. Em caso de dúvida sempre melhor procurar ajuda profissional.


Natália Vinhas

CRP 12/12182

Psicóloga Online

Especialista em Psicologia Hospitalar e Obesidade - USP

Site: www.psicologanataliavinhas.com.br

Colunista InovamentePsicologia

CONTATO: (48) 996957736

Instagram: @psicologanataliavinhas

www.facebook.com/psicologanataliavinhas


Paulina C. G de Almeida

CRP 06/115183

Psicóloga Clínica em Indaiatuba e Online (Via Skype)

Site: www.psiconectado.com.br

Colunista InovamentePsicologia

CONTATO: (011) 97616-6131 - WhatsApp

Instagram: @psico.paulina

www.facebook.com/psicomentesaudavel

1 view

Redes sociais

Whatsapp

+55 48 996957736

  • Facebook Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon

Certificado

CFP